Novo vírus para Android pode criar botnet de celulares zumbis

Padrão

Usar um sistema operacional móvel de código aberto tem suas vantagens. As fabricantes não precisam gastar dinheiro desenvolvendo o seu próprio e ainda podem customizar o que acharem necessário em cada celular. Mas tem desvantagens também. Desenvolvedores mal-intencionados podem explorar o código-fonte do sistema e descobrir falhas na programação para se aproveitar. Isso já aconteceu antes e segundo uma empresa de segurança móvel, pode ter acontecido de novo.


Segundo um post no blog oficial da Lookout, um novo vírus chamado Geinimi foi encontrado infectando celulares com o Android. Ele é considerado mais sofisticado do que os anteriores por conter no seu código a capacidade de tornar um aparelho com o sistema em um zumbi, que obedece as ordens enviadas por um servidor. Além disso, o vírus também captura informações de localização, IMEI e IMSI do aparelho e envia para uma base de dados. 

Por enquanto o vírus foi encontrado atuando e se espalhando apenas em celulares da China. Ele infecta os aparelhos ao se disfarçar de algum aplicativo legítimo, muitas vezes um jogo, disponíveis para download em lojas de apps online terceirizadas mantidas por operadoras ou outras empresas.

Por esse motivo, baixar apenas aplicativos disponíveis no Android Market oficial do Google pode ser uma maneira de evitar que esse vírus infecte celulares ao redor do mundo, apesar da loja não requerer um processo de aprovação e testes dos programas enviados pelos desenvolvedores.

Por: Rafael Silva.

Com informações: Mashable.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s